Caruru



Caruru

Uma planta resistente, que se reproduz com facilidade e possui diversas propriedades medicinais.

A família é grande e composta de diversas espécies, mas hoje vamos falar da Amaranthus deflexus para não confundir com outras alimentícias e medicinais. Aqui é cada uma no seu quadrado, já que há outras plantas cujo nome regional também é caruru, mas pertencem a outras famílias botânicas e possuem características e qualidades diferentes.

Caruru, bredo ou bredo rasteiro (Amaranthus deflexus) é nativa da América do Sul. Chega a 100 cm de altura e é bastante ramificada. Suas flores são em espigas e na ponta há ramos, local em que as sementes ficam armazenadas, bem pequeninas, e nessa espécie são marrons. Seu sabor é bem parecido com o do espinafre.

Nos países do oriente médio são bastante utilizadas na culinária e na Bahia existe um prato famoso que a utiliza, o Caruru Baiano, cuja receita utiliza quiabo, leite de coco, camarão seco, dendê, amendoim, gengibre e castanha de caju. Em outras receitas, das folhas se fazem molhos e refogados.

Para utilizá-la, o ideal é lavar as folhas com água fervendo para remover saponinas, nitratos e ácidos oxálicos, ou seja, toxinas que não fazem bem a nossa saúde. Se optar por usá-las em sucos ou saladas, mergulhe as folhas em água fervendo e deixe por alguns segundos e, em seguida, lave-as com água fria. Dos talos há receitas de panquecas, tortas, bolos e pastéis, e as suas sementes são extremamente nutritivas e saborosas, podendo ser acrescentadas à massa de pão, arroz e vitaminas.

Na medicina popular, a planta é indicada para fortalecimento de ossos e dentes, problemas hepáticos, infecções diversas (garganta, trato urinário) e hidropisia. Seus outros benefícios incluem:
• Ameniza febre e dores, agindo como analgésico, e ainda protege o coração contra infartos;
• É riquíssima em vitaminas A, B1, B2, C, ferro, cálcio, magnésio e potássio;
• Possui bons teores de proteínas, fibras e carotenoides;
• Seu extrato é um ótimo fungicida e normalmente usado no combate a frieira;
• Folhas masseradas são excelentes cicatrizantes e há paises que a usam até para tratamento de hanseníase;
• Muitos testes em laboratório afirmaram que seu uso pode curar cancer do colo do útero, mas ainda não há nada oficialmente divulgado.

Para muitos é uma praga na agricultura devido a sua rápida reprodução e resistência, mas com tantos benefícios como achar que o caruru seja uma praga?

É uma planta comum que nasce facilmente em espaços ventilados, com luz e terra. Para cuidar delas é necessário pouca água, e para o plantio basta colocar as sementes na terra e esperar.

Nome Científico:
Amarantus SPP.


Nome Popular:
Caruru


Partes utilizadas:
Folhas, flores e sementes


Sementes de Caruru
Muitas receitas derivam das folhas do Caruru refogadas. Esta, porém, pensa na utilização das sementes. Separe os pendões florais e exponha ao sol cobertos de uma tela fina (pode ser um tule, por exemplo) para proteger de poeira e insetos. Seque por alguns dias, e vá observando o seu aspecto. Outra opção é secar em forno bem baixo com a porta entreaberta. Aos poucos as sementes se soltarão do pendão, podendo ser armazenadas e usadas em saladas, iogurtes, granolas, etc.